1970 - Chegada da Luz elétrica da SAELPA em Barra de São Miguel - PB (Parte 4)

Considerando que a chegada da luz elétrica fornecida pela CHESF em Barra de São Miguel foi um importante feito para a história do município, dedicamos mais uma matéria a este tema em nosso portal de memórias.
A seguir, vejamos a continuação da cobertura do Jornal  Diário da Borborema, que trata do dia 26 de abril de 1970 e os festejos realizados na época, bem como os bastidores da recepção que foi realizada para as autoridades estaduais e a população local:



FATOS E NOTÍCIAS
GRAZIELA INFORMA

Realização
A cidade de Barra de São Miguel, acordou no último domingo em meio à grande alegria e expectativa: até a terra árida recebia dos seus céus a chuva que caía como bênçãos de Deus.
A residência do sr. Ismael Mahon, cedida à SAELPA, estava regorgitando de pessoas que foram participar do grande acontecimento daquele dia, que era a inauguração da energia elétrica.
Os componentes do Ginásio Comercial Tomaz de Aquino, Grupo Escolar Melquíades Tejo e Alzira Pedrosa, permaneceram perfilados durante a manhã na artéria principal em frente à praça e local de recepção.
O Governador João Agripino, acompanhado de grande comitiva, fez revista aos educandários presentes e visita ao Grupo local, ao som da Banda de Música de Barra de São Miguel.
-------////------
Na oportunidade, o Chefe do executivo, inaugurou o Posto de Saúde local e o Grupo Escolar de Riacho Fundo a poucos quilômetros daquela cidade. 
-------////------
A convite do prefeito sr. José Pinto, o Governador e outras autoridades almoçaram na residência do dirigente municipal. 
-------////------
Enquanto isso, em todas as dependências todos os presentes saborearam um delicioso churrasco. 
-------////------
No pavimento superior da casa, almoçando entre outras pessoas, a sra. Lourdes Bonavides Maia, esposa do Governador João Agripino (um encanto de simplicidade e simpatia) sra. Noemi Mariz (?) do Sec. Antônio Mariz), (?) do casal João Agripino e seu noivo José Maia a jovem sra. Zélia Albuquerque, esposa do eng. Armando Carvalho sra. Carmesia Tinoco, sra. General Massa, sra. Divaneide Santos e inúmeras pessoas.
Supervisionando tudo, com muita solicitude e distinção, a Assistente Social da SAELPA, srta. Miriam Dias.
-------////------
A organização das festividades esteve a cargo do Coronel Moacir Amynthos, diretor administrativo da SAELPA que naquela cidade chegou com 8 dias de antecedência, acompanhado de sua esposa Eliete e filha Carmem Lúcia. 
-------////------
Tivemos oportunidade de conversar longamente com a figura distinta e simpática do eng. Acindo Aguiar, que veio do Rio de Janeiro para as comemorações. Ele é o diretor da Divisão Econômica do Departamento Nacional de Águas e Energia Elétrica do Ministério de Minas e Energia, representando o diretor geral do DNAEE.
Também o general Octávio Massa, diretor presidente da SAELPA, figura das mais empreendedoras e dinâmicas
-------////------
Registramos as presenças dos diretores da SAELPA: Eng. José Mariz, eng. Sérgio Massadir, eng. Celso de Barros, chefe do Escritório Regional do Litoral, eng. Water Santos, Artur Tinoco, Rinaldo Ferras, de Chefia do Escritório Regional do Cariri, prof. Manoel Batista, procurador Jurídico da SAELPA, Suderil Aguiar (representando o Departamento Nacional de Obras e Energias), Geraldo Oliveira, (Departamento Comercial), Sulamir Carapajó (representando a Diretoria da Eletrobrás, Hildebrando Assis, Procurador da SAELPA, Roberto Paulo Soares. Ainda: Noaldo Dantas, Sec. da Administração Antônio Escorer, Sec. Antônio Mariz, Álvaro Gaudêncio, Dep. Teotonio Neto, dep. Plínio Lemos, Francisco Pedrosa Mahon, presidente do Sindicato Rural Agnelo Pedrosa ex-prefeito de Barra de São Miguel, médico Alexandre Gusmão, Dão Silveira, pref. De S. Bento, Edson Carneiro de Araújo, ex-prefeito de Cabaceiras; sr. José Pedrosa, José Lupércio Correia de Araújo, médico Hélio Pinto, sr. José Aureliano de Farias, Padre Manoel Batista. Procurador da SAELPA: Padre Loureiro, sr. Esaú Catão, médico Raul Dantas (prefeito em exercício em Campina Grande) Tarcizo Telino, chefe do Gabinete da Prefeitura deste Município), Assistentes Sociais: Maud Brasil e Luzieta Pinto, Tereza Pedrosa Marly Souza Miranda, Sec. da Procuradoria da SAELPA; Recepcionistas: Maria das Neves Cardoso, Mariinha de Oliveira e Diva Silva. 
-------////------
Conhecemos vários familiares do médico Sebastião Pedrosa, filho daquela terra entre eles: Aluízio Pedrosa, José Pedrosa, Corsina, Zuleusa, Zilda Pedrosa, todos distintíssimos.
-------////------
Representando os “Diários e Emissoras Associadas” João Bosco Lélis, José Bezerra, Marcelo Marcos, Severino Quirino, que fez a transmissão com a categoria de sempre, em gravação e esta cronista De O NORTE o jornalista Gonzaga Rodrigues. 
-------////------
Ás 17 horas, todas as personalidades visitantes convidados e o povo de Barra de São Miguel reunidos, assistiram à conclusão do plano do Governo do Estado de eletrificação de todos os municípios da Paraíba através da SAELPA.
Houve, no momento, uma demonstração da execução dos levantamentos dos postes em tempo recorde, conseguindo o 1º lugar a equipe de Patos, que recebeu uma taça, 2º lugar Guarabira, 3º Campina Grande.
Na oportunidade saudara o Governador João Agripino (?) José Pinto, esta cronista, de improviso, saudou em nome dos Diários e Emissoras Associados; o General Octávio Massa, em nome da SAELPA Eng. Sulamir Carapajó, representante da Eletrobrás e, finalizando com um longo e vibrante discurso, o Governador João Agripino, que foi calorosamente aplaudido.
Jantar
Todas as personalidades visitantes retornaram a Campina Grande, e alguns participaram de um jantar oferecido pela SAELPA no Clube Médico.
Entre os presentes: Eng. Sadenil Carapajó, eng. José Mariz, eng. Geraldo Oliveira, eng. Sergio Massa; dep. Milton Cabral Dão Silveira, Sec. Antônio Escorel, General Octávio Massa. Sec. Noaldo Dantas, Cônsul José Noujahim, vereador Francisco Anselmo Casais: Raimundo (Nair) Luz Manoel Donizzeti) Patrício, João Bosco Lélis, José Bezerra, Marcos Albuquerque, Marcelo Marques e Severino Quirino.  

João Paulo França, 16 de dezembro de 2018.

Fonte:

 
 

14 de dezembro - Parabéns Barra de São Miguel-PB!

Em 14 de dezembro de 1961, por meio da Lei 2.623/1961 o governador paraibano Pedro Gondim assinou a lei que emancipou o município de Barra de São Miguel. Em homenagem a esta data, nosso canal no Youtube produziu o vídeo a seguir, com o Hino Oficial do Município.



Se quiser conferir os outros vídeos do Canal do Portal de Memórias acesse AQUI.
 
João Paulo França, 14 de dezembro de 2018.

Maria de Tereza (Série Biografias - nº 10)



Maria Edite do Nascimento nasceu em 23 de junho de 1939, filha de José Justino Pinto e de Teresa Hóstio dos Santos. Casou-se com José Pereira da Silva e tiveram seis filhos: Ronaldo, Rosilda, Renilda, Roberto, Romero e Rinaldo. Mulher de muita fé dedicou sua vida a Igreja de São Miguel. Em 1977 após a conclusão da grande reforma que houve no templo, assumiu o serviço de zeladora dele, um trabalho quase que absolutamente voluntário. Sua  companheira nos cuidados na igreja, D. Joanita, pedia a alguma pessoas da cidade uma pequena doação para o “zelo da igreja” e o que sobrava após comprar o material necessário para limpeza, repassava-o a ela. 
Na década de 90 quando Clemilton Truta assumiu a Coordenação da Área, “a coleta” das ofertas das Celebrações da Palavra realizadas aos domingos eram para pagamento dela. Quando Dom José Luiz (na época padre) assumiu a Paróquia de São Pedro (a qual a Igreja de São Miguel era comunidade) a nomeou Secretária da Área de Barra e ela passou uma importância melhor, função que assumiu até janeiro de 2012. 
Era devota de Nossa Senhora e foi membra fundadora do Grupo de Legião de Maria juntamente a dezenas de mulheres. Participava do Coral São Miguel, era a responsável pela guarda dos livros de cantos antigos, por todo material da igreja, sabia de todas as histórias. Participou da gravação do DVD do Coral São Miguel, produzido em André Costa em 2010. Ainda em vida foi homenageada pela comunidade com a escolha de seu nome para uma sala de atividades do Centro Pastoral pertencente à Igreja São Miguel. 
Faleceu em 08 de fevereiro de 2012, de uma pneumonia aguda. Deixou um vazio muito grande na sociedade de Barra.

Fonte: Clemilton Truta. Paula Farias (neta) 
Pesquisa: Secretaria Municipal de Educação



1 - Esta Biografia e as demais desta série foram produzidas pela Secretaria Municipal de Educação de Barra de São Miguel para a V FLIBARRA - Festival Literário de Barra de São Miguel - realizada entre os dias 17, 18 e 19 de maio de 2018. Agradecemos a Sanção Lins que gentilmente nos cedeu as pesquisas apresentadas no evento.
Maria da Paz (Série Biografias - nº 07) 
Andrade (Série Biografias - nº 08)
Zezé da Bomba (Série Biografias - nº 09)

Década de 1980 - Futebol feminino em Barra de São Miguel: o América Futebol Clube

A tradição de Barra de São Miguel nas quadras e nos campos de futebol amador vem de longa data e não apenas com o gênero masculino, mas também com as mulheres locais. Neste sentido, agradecendo a colaboração da professora Maria Das Dores Quirino Costa, entusiasta esportista que fez parte do América Futebol Clube, time feminino da cidade nos anos 1980, treinado por Maurílio Silva de Araújo (Malila), vamos conhecer um pouco mais desta página da história esportiva de Barra de São Miguel.
A seguir, vejamos uma imagem e as descrições das jovens presentes na fotografia:

América F. C. - Acervo de Maria Das Dores Quirino Costa - Rede Social
Atletas que estão de pé, da esquerda para a direita: Albiege, Lurdinha de Seu Manoel Beijamin, Fatinha de China, Betinha de Sr. Tó, Francimar de D. Nene, Zefinha de Floro, Adelia de D. Nene, Rubem de D. Joaninha. 
Agachadas, da esquerda para a direita: Maria de Miguel Costa, Leninha de Jonas, Dasdores, Wilma, Monica de Miguel Costa e Liege de Ednalva.

Como já mencionado, o América Futebol Clube, que também tinha a versão masculina, era treinado por Maurílio Silva de Araújo, o conhecido Malila.
Segundo Maria Das Dores, o time atuou basicamente nos anos 1980, participando de muitas partidas no campo local, com equipes de outras cidades, a exemplo de Caraúbas, Serra Branca, Alcantil, e os distritos santacruzenses de Poço Fundo e da Vila Pará. Contra Santa Cruz do Capibaribe há a referência que foi uma tarde de futebol em que atuaram os times feminino e masculino no dia que estavam o inaugurando o campo.
Entre os jogos marcantes, a professora Maria Das Dores lembra do confronto com a equipe de Serra Branca, em que a equipe barrense venceu no "finalzinho da partida", despertando a emoção dos presentes no campo de futebol. Marcante, mas bem mais tranquila foi uma partida com a equipe de Riacho de Fundo, em que o placar foi de "apenas" 9x0, tendo em vista que o árbitro da partida não deixou completar a dezena. Aqui, temos uma interessante constatação da força da mulher barrense, afinal, estamos tratando de um belo clássico com duas equipes femininas do municipio ainda nos anos 1980, inclusive, nossa entrevistada lembra que a "comunidade apoiava e ia para o campo, com algumas pessoas acompanhando os jogos em outras cidades".

Tem mais informações ou imagens sobre esta experiência do futebol feminino em Barra de São Miguel? Divida conosco!

João Paulo França, 23 de novembro de 2018.

Fonte:

Imagem e informações de Maria Das Dores Quirino Costa.

Melchíades Tejo: 102 anos de falecimento.

Nesta data, há 102 atrás, em 28 de novembro de 1916, faleceu um dos mais influentes moradores de Barra de São Miguel em todos os tempos: Manoel Melchíades Pereira Tejo. Nascido em 18 de dezembro de 1840, o mesmo foi prefeito do Município de Cabaceiras por duas oportunidades: de 1901 a 1905 e entre 1908 e 1915. Foi homenageado em Barra de São Miguel com a nomenclatura da atual escola estadual existente na cidade. Vejamos uma imagem do mesmo:

Arquivo da Escola Estadual Melquíades Tejo.
A seguir, observemos como a notícia de seu falecimento foi comunicada no Jornal Diário de Pernambuco, de 07 de dezembro de 1916:


Na notícia, podemos ler:

FALLECIMENTOS

Victima de pertinaz moléstia que o prendeu ao leito, durante mais de um mês, faleceu, no dia 28 de novembro ultimo, na villa da Barra de S. Miguel, Estado da Parahyba, na idade de 76 annos o coronel Manoel Melchiades Pereira Tejo.
O extincto era geralmente estimado e acatado por todos quantos o conheciam.
Militou por mais de 40 annos na política.
A sua exma. família, especialmente aos srs. Dr. João Tejo, coronel Pereira Tejo e capitão Castro, filho e irmãos do finado, as nossas condolências.

Seu corpo foi sepultado no Cemitério São Miguel, de Barra de São Miguel, como podemos observar em inscrição de seu túmulo:


Melchíades Tejo fez parte de influente família que estendeu seu domínio territorial entre os municípios de Cabaceiras-PB e Taquaritinga (do Norte)-PE na virada do século XIX para o século XX.
 
Fonte:

Diario de Pernambuco, de 07 de dezembro de 1916.
Museu Histórico de Cabaceiras-PB
Cemitério São Miguel, de Barra de São Miguel.