Melchíades Tejo: 102 anos de falecimento.

Nesta data, há 102 atrás, em 28 de novembro de 1916, faleceu um dos mais influentes moradores de Barra de São Miguel em todos os tempos: Manoel Melchíades Pereira Tejo. Nascido em 18 de dezembro de 1840, o mesmo foi prefeito do Município de Cabaceiras por duas oportunidades: de 1901 a 1905 e entre 1908 e 1915. Foi homenageado em Barra de São Miguel com a nomenclatura da atual escola estadual existente na cidade. Vejamos uma imagem do mesmo:

Arquivo da Escola Estadual Melquíades Tejo.
A seguir, observemos como a notícia de seu falecimento foi comunicada no Jornal Diário de Pernambuco, de 07 de dezembro de 1916:


Na notícia, podemos ler:

FALLECIMENTOS

Victima de pertinaz moléstia que o prendeu ao leito, durante mais de um mês, faleceu, no dia 28 de novembro ultimo, na villa da Barra de S. Miguel, Estado da Parahyba, na idade de 76 annos o coronel Manoel Melchiades Pereira Tejo.
O extincto era geralmente estimado e acatado por todos quantos o conheciam.
Militou por mais de 40 annos na política.
A sua exma. família, especialmente aos srs. Dr. João Tejo, coronel Pereira Tejo e capitão Castro, filho e irmãos do finado, as nossas condolências.

Seu corpo foi sepultado no Cemitério São Miguel, de Barra de São Miguel, como podemos observar em inscrição de seu túmulo:


Melchíades Tejo fez parte de influente família que estendeu seu domínio territorial entre os municípios de Cabaceiras-PB e Taquaritinga (do Norte)-PE na virada do século XIX para o século XX.
 
Fonte:

Diario de Pernambuco, de 07 de dezembro de 1916.
Museu Histórico de Cabaceiras-PB
Cemitério São Miguel, de Barra de São Miguel.