1945 - Você iria a pé de Barra de São Miguel à Santa Cruz para assistir um comício? Dona Maria Moraes da Silva foi...

O ano é 1945 e o Brasil vivia dias de euforia e expectativa, afinal, após 15 anos de domínio de Getúlio Vargas os eleitores voltariam às urnas para escolher de maneira direta o presidente da nação. A campanha se espalhou pelo país e comícios eram realizados nos mais diferentes rincões. É neste cenário que encontramos no Diário de Pernambuco de 02 de outubro de 1945 a seguinte notícia, retratando a passagem do candidato da U.D.N., brigadeiro Eduardo Gomes, em um comício na então Vila de Santa Cruz: 

Adaptação com data e manchete da notícia acerca do Comício da U.D.N. em Santa Cruz - PE.
A seguir, vejamos a transcrição e a página inteira do Diário de Pernambuco onde consta a interessante notícia acerca do Comício da U.D.N. em Santa Cruz, então vila de Taquaritinga, que de certo modo nos mostra um pouco de personagens históricos locais, aponta a forma como eventos de natureza política eram organizados na década de 1940, além de nos informar melhor acerca desta longa tradição santacruzense de atrair para seu território lideranças políticas nacionais para campanhas eleitorais. Observemos:

Fez a viagem de 48 horas a pé para vir assistir ao comício do brigadeiro

Vibração do povo de Santa Cruz em torno da candidatura nacional – Recebida entusiasticamente a caravana da U.D.N.



Realizou-se, domingo, na Vila de Santa Cruz, município de Taquaretinga, um comício em prol da candidatura do brigadeiro Eduardo Gomes. Do Recife seguiu para aquela vila uma caravana da U.D.N. composta das senhoritas Aurora Borba, Aurianita Toledo, Palmira Lira e Angelina Gomes e dos srs. Miguel Vieira, Mario Lira, Laurenio Lima, Vinicius Lima, acadêmico Evaldo Inojosa e pré-universitário Antônio Lira Souza.

A caravana juntaram-se em Caruaru os srs. Jerônimo Heráclito Agamenon Lafaiete e Braz Bezerra. Na vila de Torre os caravaneiros foram recebidos por uma comissão composta dos srs. Luiz Alves da Silva, José Francisco Barbosa, Raimundo Aragão, João Ferreira França, Alfredo de Aragão, João Deodato de Barros, Misael Mahon, Renovato Curvelo, dr. Américo Arruda e Manoel Batista da Silva. A entrada da vila de Santa Cruz a população acorreu á praça principal enquanto os foguetes esturgiam no ar e a banda local tocava dobrados. Os visitantes foram recebidos com demorada salva de palmas e vivas ao brigadeiro Eduardo Gomes.

Após a recepção todos se dirigiram para a residência do sr. Luiz Alves da Silva, onde se realizou um almoço. As 14 e meia horas, num corêto armado na praça teve início o meeting que decorreu em um ambiente de vivo entusiasmo. Toda a rua estava repleta de pessoas que aplaudiam incessantemente os oradores e aclamavam o nome do brigadeiro Eduardo Gomes.

Em primeiro lugar falou o sr. Heleno Torres em nome do povo de Santa Cruz, para dar as boas vindas aos representantes da União Democrática Nacional. O orador exaltou a grande figura de Eduardo Gomes, lembrando a sua atitude de patriota sempre voltado ao bem do Brasil. Seguiu-se com a palavra o sr. Agamenon Lafaiete que recordou o descaso a que foi relegado todo o interior do Estado, tomando como símbolo a vila de Santa Cruz.

Destacou o sentido de resistência passiva dos santa-cruzenses até ante a mudança do nome da sua vila. Recordou depois o nome dum grande filho da terra, o cabo Otávio Aragão, que morreu combatendo na Itália contra os fascistas e agora repousa no cemitério de Pístola como um exemplo a seguir por todos os brasileiros.

Falaram em seguida os srs. Mario Lira, Laurenio Lima, acadêmico Evaldo Inojosa. Com a palavra a srta. Aurianita Toledo lembrou a obrigação da mulher pernambucana em cooperar na campanha de redemocratização do Brasil sufragando o nome de Eduardo Gomes nas eleições presidenciais a 2 de dezembro. Falaram ainda os srs. Vinicius Lima, o tenente Alcebíades Teixeira e o dr. Miguel Vieira que encerrou o comício.

Após o meeting os presentes realizaram uma visita á sede do comitê local da UDN onde foi aposto um grande cartaz com o retrato do brigadeiro Eduardo Gomes e ao mesmo tempo organizou-se a ala feminina da UDN que ficou assim constituída: presidente, sra. Petronila Aragão; vice-presidente, srta. Irací Barbosa; secretária, srta. Faustina Moraes; tesoureira, sra. Neuzinha Barros.

Enquanto se desenvolvia o comício o repórter do DIÁRIO procurou ouvir a opinião das pessoas que escutavam. Todos eram unânimes em assegurar a completa vitória do brigadeiro Eduardo Gomes na vila de Santa Cruz. A sra. Maria Morais da Silva contou que tinha ouvido falar na visita dos representantes da U.D.N. a Santa Cruz e resolveu imediatamente assistir ao comício, porém no sábado não conseguiu uma condução de Barra de São Miguel, onde mora até Santa Cruz. Mas isso não representou nenhum impecilho: resolveu fazer a viagem de 48 quilômetros a pé e ali estava firme com a sua fé no brigadeiro. 

No parágrafo final da reportagem destacamos a disposição da moradora de Barra de São Miguel, a sra. Maria Moraes da Silva que informou ao repórter do Diário de Pernambuco que fez a viagem a pé para Santa Cruz no intuito de participar daquele evento com o brigadeiro Eduardo Gomes. Nota-se que há uma certa inconsistência entre a chamada da matéria (Fez a viagem de 48 horas a pé...) e a informação do parágrafo final (resolveu fazer a viagem de 48 quilômetros a pé...). Como no início é mencionado que o comício foi no domingo e que a sra. Maria Morais da Silva não conseguiu condução no sábado (24 horas antes do evento), conjecturamos que na realidade a informação adequada seria a de que a sra. Maria fez uma caminhada de cerca de 48 quilômetros para assistir ao comício, o que não deixa de ser uma interessante demonstração de interesse pelo evento.

Por fim, vejamos como foram os resultados daquela eleição de 1945, no Brasil, na Paraíba e em Pernambuco:


Como podemos observar, o brigadeiro Eduardo Gomes venceu em apenas 3 estados, sendo a Paraíba um deles, no entanto, apesar da recepção calorosa na então vila de Santa Cruz, o mesmo foi derrotado em Pernambuco e a nível nacional pelo candidato Eurico Gaspar Dutra, que administraria o país de 1946 a 1951.

João Paulo França, 02 de junho de 2018.

Fonte:

Diário de Pernambuco, edição de 02 de outubro de 1945. 
Site: https://sites.google.com/site/atlaseleicoespresidenciais/eleio-de-1945 . Acesso em 02  de junho de 2018.