A parte interna da Igreja de Barra de São Miguel (1960-1979)

Nosso site traz mais uma imagem histórica de Barra de São Miguel - PB. Nesta data observamos uma tomada interna na igreja matriz. Observemos a imagem central e os detalhes que focamos em recortes da mesma: 

Fotografia 1 - Imagem completa do interior da Igreja de Barra de São Miguel - PB
Agradecendo a colaboração de nosso leitor Vinícius Costa, passamos a observar detalhes desta celebração eucarística no interior da Igreja de São Miguel Arcanjo.
Como não temos uma datação exata do ano da imagem, ou mesmo a autoria da fotografia, podemos apenas situar que tratar-se de uma missa realizada entre 1960 (Ano da chegada de Padre Paulo a Comunidade de Barra - o mesmo está de costas na imagem) e 1979 (Ano da grande reforma da igreja, que derrubou o Côro em madeira que vemos ao fundo). Observemos mais atentamente os detalhes do lado direito da fotografia 1:

Fotografia 2 -  Lado direito da imagem 1
Cremos que o amigo (a) leitor (a) mais atento com certeza identificará muitos rostos barrenses conhecidos nesta fotografia. Quem seriam?
Vejamos a seguir mais detalhes:

Fotografia 3 - Lado Esquerdo da Imagem 1
Neste lado direito da imagem, apesar da falta de nitidez, também dar para os amigos leitores fazerem sua observação acerca dos personagens desta fotografia.
Por fim, nosso olhar se volta para o côro da igreja:

Fotografia 4 - Centro da Imagem 1
Em diálogo constante com os barrenses, em especial os mais idosos, os mesmos relatam com saudosismo a imagem que trazem em suas lembranças do côro da igreja de São Miguel Arcanjo. Os "escorregos" nos lisos corrimões da escada são citados, principalmente por quem era criança no período e fazia suas "traquinagens" na igreja, até que algum adulto reclamasse. 
Certamente, a derrubada do côro trouxe grande controvérsia na comunidade, que sempre exalta a importância da grande reforma do fim da década de 1970 que deixou a igreja com o aspecto próximo ao atual, todavia, deixou este "vazio" no templo católico.
Por muito pouco o "altar-mor" não foi ao chão pelas picaretas da reforma. A Sra Theresa Ferreira de Sousa (Teca Mulato) nos relata a correria para evitar este ato por parte de senhoras religiosas, como Dona Carminha e Dona Joanita. Lembremos que a igreja católica passou pelo grande Concílio do Vaticano II entre os anos de 1962 e 1965 e muitas de suas recomendações foram erroneamente interpretadas. Belos e tradicionais altares foram derrubados Brasil afora.
Lembramos que a frente da igreja de Barra de São Miguel possuí 5 entradas e, como vemos, o côro ficava sobre as três portas centrais. O mesmo era construído em madeira (seria este o motivo de sua derrubada?). Observamos ainda as paredes grossas que davam sustentação lateral ao coro, de onde poderia ser acessado pelas 2 entradas dos lados. Percebe-se por fim, que as janelas ainda eram de madeira, que seriam substituídos pelos vidros na já citada reforma.

João Paulo França, 17 de junho de 2017


Fonte:

Acervo de Vinicius Pinto 
Entrevista com a Sra. Theresa Ferreira de Sousa (Teca Mulato)